Volta ao Algarve 2020 já mexe.

  • 09-11-2019
  •  

    A organização da Volta ao Algarve 2020 já revelou a tipologia, locais de partida e chegada das etapas para a prova que arrancará no dia 19 de Fevereiro de 2020.

    É a única prova em solo português que traz nos melhores ciclistas do mundo, normalmente várias equipas World Tour marcam presença e animam uma semana de ciclismo por terras algarvias.

    Em 2019 estivemos a fazer cobertura do evento, relembramos aqui o nosso resumo.

    A prova algarvia, que foi promovida à categoria UCI ProSeries, arranca novamente de Portimão, local de início de uma longa tirada que termina em Lagos, no dia 19 de Fevereiro. Prevê-se uma chegada ao sprint, na recta da meta que já assistiu a triunfos de Fernando Gaviria, Dylan Groenewegen e Fabio Jakobsen.

    Ao segundo dia chega o primeiro momento decisivo, na viagem entre Sagres e o Alto da Fóia, em Monchique. Será uma das mais exigentes etapas de sempre com final no ponto mais elevado do Algarve, com os corredores a terem de subir Alferce e a Pomba, antes da Fóia.

    A Pomba é uma escalada de 3,9 quilómetros com inclinação média de 7,1 por cento, cujo topo distará, em 2020, apenas 7 quilómetros do início da subida para a Fóia (8 quilómetros a 6,3 por cento de inclinação). Em 2019, a Pomba estava colocada a 29,3 quilómetros da base da Fóia, esperando-se que em 2020 possa ser mais decisiva na selecção dos candidatos.

    Publicidade

    A terceira etapa, no dia 21 de Fevereiro, é uma nova oportunidade para os velocistas, numa viagem com cerca de 200 quilómetros, entre Faro e Tavira, local que nos tem habituado a um banho de multidão para celebrar a velocidade de ponta dos homens mais rápidos do pelotão mundial.

    A edição de 2020 da Volta ao Algarve guarda duas etapas decisivas para os dois últimos dias, convidando os adeptos a passarem um fim de semana prolongado no Algarve, até porque a Volta ao Algarve termina no domingo de Carnaval.

    A quarta tirada vai ligar Albufeira ao alto do Malhão (2,5 quilómetros com inclinação média de 9,9 por cento), no sábado, 22 de Fevereiro.

    O circuito final, entre a primeira passagem no Malhão e o final da corrida, será, em 2020, mais curto do que é costume, com cerca de 20 quilómetros. A colocação da subida louletana na véspera do contra-relógio é um incentivo ao ciclismo de ataque, uma vez que tudo estará mais em aberto do que no passado.

    As contas finais serão acertadas em Lagoa, num contra-relógio individual de 20,3 quilómetros, a disputar no mesmo traçado do exercício individual do ano passado. Lagoa será também palco, no dia 23 de Fevereiro, do Algarve Granfondo, evento de massas, no qual se espera cerca de mil participantes.

    A distância exacta de cada etapa e os perfis de altimetria serão divulgados nas próximas semanas.

    Subscreve a nossa newsletter semanal para receberes todas as notícias e conteúdo original do MARRETAMAN.pt. Segue-nos nas várias redes sociais FacebookInstagramYoutube e Twitter

    Fonte: Site oficial da Volta ao Algarve

    Partilhar
    error

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

    Para colocar um comentário, deve ler e concordar com as normas RGPD abaixo:
    Este formulário regista o seu nome, email e comentário para que possamos gerir os comentários colocados no nosso site. Para mais informação sobre como, porquê e onde armazenamos os seus dados por favor consulte a nossa Política de Privacidade.

    Utilizamos cookies para garantir a funcionalidade e melhor experiência de navegação no nosso site. Saber mais