Tudo o que precisas de saber sobre o novo Shimano XTR M9100

Por | 26-05-2018 | Equipamento, Montanha

O lançamento do novo Shimano XTR era esperado há algum tempo e com enorme expectativa por parte dos utilizadores.

A Shimano decidiu fazer esse lançamento este fim-de-semana, na prova da taça do mundo em Nové Mesto na República Checa, onde tudo foi estudado ao pormenor.

Os seus atletas patrocinados, como Mathiew Van Der Poel ou Jolanda Neff apresentaram-se nos treinos já a utilizar o novo desviador e desde logo foram “caçados” pelos paparazzi. Nós acompanhámos.

O XTR em vídeo, explicado por uma das atletas mais bonitas da modalidade, a campeã do mundo Jolenda Neff.

Simultaneamente, a marca fez um excelente “teaser” pelas redes sociais, que deixou “o mundo” atento à data de lançamento.

Second to none.

A post shared by Shimano Bike (@rideshimano) on

Na data anunciada o novo XTR foi apresentado ao mundo, e nós damos-te todos os pormenores com base em informação oficial da marca, sendo que de momento ainda não existem preços anunciados.

O que há de novo

O Novo XTR  caracteriza-se pela sua inovadora cassete de 12 velocidades com opções de  andamentos 10-45D  ou 10-51D. Esta era a inovação mais esperada por todos e assim a Shimano responde finalmente à concorrência.

Tudo novo, mas o destaque vai para o aparecimento das 12 velocidades.

Vem com pinças de travão  de 2 ou 4 pistons, e um novo cubo  com nova tecnologia MICRO SPINE da Shimano, tal como manetes e pinças de travão redesenhadas que permitem aos pilotos posicionar os  controlos, inclui ainda um manipulo XTR de espigão regulável desenhado e posicionado estrategicamente para maior conforto e acção rápida.

Em conjunto, com os novos desenvolvimentos os japoneses conseguiram poupar para cima de 150gr. em peso para o piloto de XC, e acima de 90gr. para pilotos de Enduro com a promessa de comutação mais intuitiva para aprimorar a concentração nos trilhos.

A nova cassete de 12v. ao pormenor

Os desenvolvimentos na transmissão tiveram como ponto de partida, minimizar passagens de mudança, para trazer ao ciclista um melhor ritmo e cadência  entre cada passagem de mudança e assim melhorar no final a sua velocidade geral.

Cassete 10-51 (CS-M9100-12).

O resultado  disto , foi a criação de um carreto de 51 dentes, o  qual vem com a mesma passagem de 6 dentes como acontece nos últimos 3 carretos (10-12-14-16-18-21-24-28-33-39-45-51D) de modo a manter a cadência.

O novo XTR apresenta ainda uma nova cassete de 12 velocidades 10-45D (10-12-14-16-18-21-24-28-32-36-40-45D) para percursos BTT rápidos ou menos íngremes sem alterações drásticas de cadência.

A opção 10-45D ( CSM9100-12) é para atletas de XC que pretendam passagens pequenas de mudança e uma montagem mais leve, 10-51D (CS-M9100-12) desenvolvida para o atleta de trail que se cruza inesperadamente com mais subidas.

3 tipos de materiais numa cassete

Ambas as cassetes usam atraentes e diferentes tipos de metal para diferentes carretos para atingir o melhor equilíbrio entre peso e durabilidade.

Os carretos maiores usam alumínio, os carretos intermédios usam titânio e os mais pequenos usam aço.

Tecnologia do Cubo renovada

Para o encaixe nos sistemas de 12V, a Shimano necessitou reestruturar o design do cepo, adoptando uma nova tecnologia conhecida como “MICRO SPLINE” que permite o encaixe nas suas cassetes.

Além disso houve a introdução da tecnologia “SCYLENCE” nos cubos traseiros da Shimano, que substitui os linguetes tradicionais por um sistema de embraiagem que permite reduzir o atrito enquanto gira, um encaixe mais rápido criando um cubo virtualmente silencioso.

Os cubos da frente estão disponíveis em 100 e 110mm com 15mm de eixo passante, os cubos de trás disponíveis nas opções de 142mm e 148mm ( especificações Boost) com eixo passante de 12mm.

O novo pedaleiro

Pedaleiro monoprato (FC-M9100/M9120-1) com cranque oco.

Para os utilizadores de XC com 1x12V. existirá uma gama alargada de rodas pedaleiras disponíveis desde 30D a 38D, mais leves cerca de 80 gramas.

Os utilizadores de Enduro que optarem por 1x12V podem adicionalmente colocar o sistema de retenção de corrente, e têm ainda a opção  do pedaleiro  FC-M9120 com  maior distância entre cranque para montagem especificas em determinados modelos de quadros.

Pedaleiro 2 pratos (FC-M9100/M9120-B2).

Os utilizadores que preferem mais combinações de andamentos para maior controlo em todos os tipos de terrenos  têm a opção de 2 x12V, pedaleiro FC-M9100/M9120-B2) em 38-28D, que podem utilizar com a cassete 10-45D ideal para corridas mais longas e maior numero de subidas.

Desviadores

No novo XTR existirão 3 opções de mudanças de trás, caixa super longa e caixa longa ou a “RD-M9120-SGS” para pedaleiros duplos.

Desviador traseiro RD-M9100-GS

Todas elas com um design agressivo, compacto, angular e muito lustroso em alumínio adonisado.

Nos sistemas de 1 prato, uma das questões é sempre os ressaltos da corrente.

A marca japonesa concilia o tamanho das roldanas que vão desde os 11D no XTR M9000 para uma maior dimensão 13D, com a mudança traseira de design  SHIMANO SHADOW RD+, para melhorar a retenção da corrente e minimizar esse problema.

Desviador frente FD-M9100-D

As mudanças da frente, vão estar disponíveis também em 3 diferentes estilos dependendo do tipo de quadro.

Os novos manípulos

Houve uma preocupação no design dos mesmos, que permita a mais rápida adaptação ao tipo de terreno por onde se pedala.

Além da questão técnica melhorada a Shimano conseguiu ter também uma haste guiador mais ‘limpa’.

A criação de um novo sistema de integração denominado pela marca de “I-SPEC EV”, permite instalar em conjunto manete e manipulo.

Permite ainda uma deslocação lateral de 14mm e uma rotação posicional de 60 graus, podendo o utilizador reajustar o posicionamento da mão para melhor ergonomia durante a operação das manetes ou dos manípulos.

Os manípulos transportam algumas das tecnologias da geração anterior, como  “RAPIDFIRE plus”, libertação nos 2 sentidos, e multi-libertação.

Novo para é um conversor de 11 para 12 velocidades (SL-M9100-R/-IR) no manipulo traseiro para o utilizador escolher 11v. a quando da montagem de cubo com a falange mais larga.

Para 2x12v. o manipulo da frente tem uma alavanca simples com uma operação muito intuitiva e simplificada, uma única alavanca para colocar e retirar mudanças.

OsTravões

A opção de 2 pistons (BR-M9100) vem com uma manete de XC mais leve com a possibilidade de ajustar o alcance da alavanca de travão.

O travão de 4 pistons (BR-M9120) traz  também manetes de travão especificas, com a possibilidade de ajuste do alcance da mão, ajuste “free-stroke” e tecnologia “Servo Wave”  para aumentar rapidamente a acção de contacto entre calços e rotor.

Ambas as pinças são produzidas em alumínio, utilizam ambas tubo de travão hidráulico de alta rigidez para obter uma travagem rápida e potente.

Sabemos que a marca japonesa não facilita e quando lança algo novo, vem bom, mas assim que tivermos oportunidade procuraremos testar o novo XTR, no sentido de te dar “feed-back” do comportamento deste no terreno.

Para mais informações consulta o site: www.scvouga.pt

Por: Luís Beltrão

Partilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Para colocar um comentário, deve ler e concordar com as normas RGPD abaixo:
Este formulário regista o seu nome, email e comentário para que possamos gerir os comentários colocados no nosso site. Para mais informação sobre como, porquê e onde armazenamos os seus dados por favor consulte a nossa Política de Privacidade.

Utilizamos cookies para garantir a funcionalidade e melhor experiência de navegação no nosso site. Saber mais