Teste – FOCUS Izalco Max 9.7 Force Etap AXS

Por | 27-05-2020 | Estrada, Testes, Video

A nova FOCUS Izalco Max 9.7 é uma autêntica obra prima de engenharia e design, isto salta desde logo à vista quando olhamos para ela, com quadro de linhas rectas, modernas e com todos os “cabos” escondidos.

O tipo de geometria e design do quadro desta nova Focus Izalco Max vai de encontro à tendência dos dias de hoje, em geral todas as marcas estão a optar por estes quadros com as escoras a terminar a meio do tubo do espigão de selim.

Este novo conceito de bicicleta de estrada é um misto de bicicleta Aero e bicicleta escaladora, as formas são parecidas com as bicicletas puras Aero, mas apesar do factor Aerodinâmico ser tido em conta a sua construção assenta em tubos mais esguios e assim é utilizado menos carbono, tornando-as mais ligeiras. Algumas marcas apelidaram-nas de “All Around”.

Depois de a apreciar, a verdadeira maravilha está por descobrir quando pedalamos nela. Para testar a Focus Izalco Max fizemos cerca de 300 km’s, durante cerca de 10 horas de utilização (não, não nos limitamos a fazer fotografias), o que não é o ideal para se retirarem todas as sensações mas já é bastante bom.

A verdade é que durante estes quilómetros feitos por terreno misto (plano e ondulado), quando pedalas na Focus Izalco Max toda a “teoria” que descrevemos acima faz desde logo sentido na cabeça, pois as sensações que transmite vão de encontro a tudo aquilo.

Quando pedalamos em terreno plano nesta bicicleta sentimo-nos perfeitamente encaixados no quadro, este leva-nos a adoptar uma posição “roladora”, por outro lado quando surge o terreno ondulado sentes a bicicleta ligeira, principalmente quando pedalamos de pé e a sentimos galgar metros à medida que aplicamos força nos pedais, é aí que realmente sentimos a rigidez e eficácia do conjunto.

Vem de origem com pneus Victoria Corsa Graphene 2.0 de 25 mm. (podendo suportar até 30mm.), que nos surpreenderam muito pela positiva (principalmente em piso molhado), e lhe conferem um compromisso perfeito entre rigidez e absorção de vibrações.

Em suma, nesta versão da Izalco tudo é novo em relação “à sua irmã mais velha”, desde o design que está de acordo com a tendência actual, à eficiência e sensações que a tornam mais completa que o modelo anterior.

Componentes

Como o próprio nome indica, a IZALCO MAX DISC 9.7 AXS vem equipada com o grupo SRAM eTap AXS, neste caso o Force eTap AXS.

Para quem não está habituado às 12 velocidades, de início irá estranhar um pouco o SRAM Force AXS, mas a adaptação é feita de forma rápida, irás notar principalmente que alternas menos vezes entre os dois pratos da frente, contudo, o facto de vir com prato 48 não prejudica a cadencia de pedalada (pedalámos a descer a mais de 70 km/h sem esgotar a pedalada), como podes ver no vídeo no final.

A transmissão Sram Force eTap AXS 2X12 com pratos 48/35 e cassete 10/28.

Uma curiosidade a assinalar é que a única diferença entre esta bicicleta e a sua “irmã” topo de gama, a Izalco Max 9.8, é a transmissão e travões (a 9.8 vem com o grupo Red eTap AXS), sendo as rodas, o guiador e tudo o resto igual em ambas.

O cockpit, rodas e quadro são iguais nas Izalco 9.7 e 9.8.

Que significa isto?

Significa que por menos € 1.800,00 só tens mais 294 gr’s. de peso em relação à versão montada com Red eTap AXS equivalente (mesmos tamanhos pratos, cassete e discos).

Estes números ficam à consideração de cada um, até que ponto compensa pagar mais €1.800,00 por menos 294 gr’s de peso?

As Rodas DT Swiss ARC 1450 DICUT DB estão claramente à altura de todo o conjunto, são rígidas mesmo quando sprintamos, “vergamos” a bicicleta a subir ou curvamos a descer, são rodas de topo, transmitem confiança em todas as situações.

Destaque para o eixo passante não ser de rosca, têm um sistema de encaixe rápido ( RAT (Rapid Axle Technology) ), patenteado pela Focus e que permite tirar ou colocar uma roda em poucos segundos, sem complicações (ver vídeo do teste).

Somente com ventos laterais os menos habituados podem estranhar o seu perfil 48 (na frente), que faz sentir alguma força no guiador, mas nada de significativo.

O avanço é um sistema da Focus que permite a passagem dos cabos pelo seu interior, o que confere o aspecto “clean” e moderno à bicicleta.

O selim é sempre um componente importante e muito pessoal, quando compramos uma bicicleta nova nem sempre o selim que vem montado de origem oferece o conforto que desejamos, não é o caso nesta Focus Izalco, ficámos muito bem impressionados com o Prologo Dimension.

ATENÇÃO – provavelmente se adquirirem esta bicicleta vão querer pedalar ainda mais do que o faziam, convém avisar as pessoas próximas de que algo de diferente na vossa vida vai estar a acontecer, pois a bicicleta é viciante.

Mais informações no site da Focus Portugal: https://focusbikesportugal.pt/

Vídeo do teste

Fotografia: Mário Silva

Edição vídeo: Luís Beltrão

Texto: Luís Beltrão

Subscreve a nossa newsletter semanal para receberes todas as notícias e conteúdo original do MARRETAMAN.pt. Segue-nos nas várias redes sociais Youtube , Instagram , Twitter , e Facebook.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Para colocar um comentário, deve ler e concordar com as normas RGPD abaixo:
Este formulário regista o seu nome, email e comentário para que possamos gerir os comentários colocados no nosso site. Para mais informação sobre como, porquê e onde armazenamos os seus dados por favor consulte a nossa Política de Privacidade.

Utilizamos cookies para garantir a funcionalidade e melhor experiência de navegação no nosso site. Saber mais