Teste – Canyon Inflite CF SL 8.0 Race – Pura performance

Por | 09-01-2019 | CicloCrosse, Equipamento, Testes, Video

Lançada em 2017, com um design diferente do tradicional, a Canyon Inflite rápidamente se afirmou como uma bicicleta de referência no Ciclocrosse e nós quisemos saber porquê.
(Vídeo do teste no final do artigo)

Quer se goste da marca ou não, numa coisa todos têm que dar a mão à palmatória, a Canyon não tem receio de arriscar quando se trata de colocar em prática as ideias em que acredita, mesmo que estas sejam um pouco diferentes do habitual.

A Inflite é um exemplo disso.

Haver uma bicicleta desenhada de raiz para o ciclocrosse não foi novidade, mas desenhar e fabricar uma bicicleta que levou essa linha de pensamento ao extremo foi.

O quadro foi desenhado especificamente para facilitar a colocação ao ombro e agarrar mais facilmente nas zonas de barreiras e areia.

As escoras e triângulo traseiro foram pensados para acumular o mínimo de lama possível.

Um ângulo de direcção de 72,5º para poder atacar melhor as zonas técnicas dos circuitos (ideia transportada do BTT).

E ainda um guiador específico, mais largo e com avanço curto também para ultrapassar melhor as dificuldades técnicas do terreno.

Estas foram as bases de desenvolvimento do conceito de construção da Inflite: NO resultado final foi este design:

A estética pode não ser consensual, mas após testarmos, podemos garantir que é muito funcional.

Explicamos os principais aspectos do quadro neste vídeo. *Ainda estamos a afinar a captação de som 🙂

Os engenheiros da Canyon construíram uma “máquina”orientada para a performance pura , quando pedalas nesta bicicleta é como se estivesses num carro de “rally” que “te está sempre a pedir” para pisar no acelerador.

No terreno

O que vos podemos dizer é que, embora nós comuns mortais não tenhamos a capacidade de Mathieu van der Poel para acelerar nesta puro sangue de ciclocrosse, a bicicleta oferece muita adrenalina na mesma, em cada descida, curva ou subida.

Por outro lado, a manobrabilidade e funcionalidade anunciadas pela marca confirmam-se. No ciclocrosse estes são factores importantes e embora não tenhamos ido para um circuito da especialidade testámos a bicicleta em sectores que normalmente constituem os circuitos desta modalidade.

Mesmo não estando habituados a encarar escadas ou barreiras, estes foram movimentos que efectuámos com alguma naturalidade, é verdade que a bicicleta se coloca muito facilmente ao ombro.

Mesmo sem experiência, facilmente colocas a Canyon Inflite no ombro quando é necessário.

Nas descidas, vais agradecer o ângulo de 72,5º, assim como os manípulos SRAM force, pois por muita trepidação que exista no guiador, não permitem que a mão escorregue e saia do sítio. O ângulo ajuda em secções mais inclinadas e velocidades mais altas ao estabilizar a bicicleta.

A parte superior dos manípulos é mais subida para a mão não escorregar nas descidas.

Transmissão e travagem

Relativamente à transmissão SRAM Force, apesar de gostarmos do sistema “double-tap” achámos o seletor de velocidades mais firme que gostaríamos, sendo necessária mais força do que o habitual nas transmissões concorrentes da atualidade para as trocas de mudança. A sensibilidade também nos pareceu abaixo do esperado.

Os travões de disco SRAM Force foram testados em lama, areia, dias de chuva e dias secos. Não temos nada a apontar, cumpriram bem com a sua função.

O formato dos pousa mãos, pode não ser esteticamente o mais consensual, mas é extremamente prático quando estamos a utilizar a bicicleta, principalmente em descidas de terreno acidentado, não deixando a mão escorregar ou sequer sair do sítio.

Rodas

Um dos pontos de destaque desta bicicleta são as rodas “Reynolds AR 41 C” que lhe conferem uma rigidez e performance acima de outros modelos.

As rodas são “tubeless ready”, e a Canyon envia as válvulas
tubeless com a bicicleta.

Assim, podes (e deves) desde logo fazer a alteração para Tubeless, visto que com camara de ar o desempenho deste tipo de bicicletas no seu terreno não é o melhor, ao não permitir utilizar pressões de pneu tão baixas como seria desejável para obter as melhores prestações. 

Relativamente aos pneus “Schwalbe x-one 33mm.”, apesar de não comprometerem muito o desempenho da bicicleta, achámos que não estiveram à altura do conjunto, seja na tracção ou aderência em curva.

Como pontos positivos, destacamos ainda outros detalhes como o guia de corrente para evitar que esta salte em zonas de irregularidades, e o pedaleiro “Quarq ready”, pronto para colocar uma aranha “Quarq” com potenciómetro. Estes detalhes conferem à Inflite CF SL 8.0 Race mais valias para quem quer competir e treinar de forma mais séria.

Pedaleiro “Quarq Ready”

A nossa opinião

A qualidade de construção e acabamentos desta Canyon é excelente, ao nível (por vezes mesmo acima) de marcas de referência, e o conceito do quadro focado em proporcionar prestações é uma grande mais-valia para quem quiser levar a sério o ciclocrosse.

Se a isto aliarmos os factores chave desta bicicleta, como as rodas de carbono Reynolds, o pedaleiro “Quarq ready”, guiador e avanço integrado em carbono, é difícil ficarmos indiferentes pois pelo preço de €2.999,00 tens à tua frente a bicicleta de ciclocrosse funcional, leve e rígida

Dificilmente encontras bicicleta com um quadro e equipamento equivalente, puramente desenvolvida para ciclocross nesta gama de preços.

Vídeo do teste

Podes encontrar a gama Inflite completa, assim como as medidas e geometria do quadro desta bicicleta no site da CANYON.

Por: Luís Beltrão

Fotografia: Jorge Branco

Partilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Para colocar um comentário, deve ler e concordar com as normas RGPD abaixo:
Este formulário regista o seu nome, email e comentário para que possamos gerir os comentários colocados no nosso site. Para mais informação sobre como, porquê e onde armazenamos os seus dados por favor consulte a nossa Política de Privacidade.

Utilizamos cookies para garantir a funcionalidade e melhor experiência de navegação no nosso site. Saber mais