Os 20 acontecimentos mais marcantes no ciclismo em 2018.

  • 31-12-2018
  •  
    Fazemos uma pequena revisão do ano de 2018, e destacamos os acontecimentos que para nós foram os mais marcantes no ciclismo nacional e internacional.

    O ano passado por esta altura não poderíamos fazer um artigo deste género pois só podíamos recuar 4 meses de 2017, visto que nascemos em Agosto desse ano.

    Os 20 acontecimentos mais marcantes de 2018:

    Wout van Aert Campeão do Mundo de Ciclocrosse

    Depois de uma época avassaladora (à semelhança do que está a acontecer este ano) por parte de Mathieu van der Poel, ao contrário de todas as previsões Wout Van Aert sagra-se campeão do mundo de ciclocrosse pela terceira vez consecutiva. O nosso artigo aqui.

    Nikki Terpstra vence Tour de Flanders

    Uma super Quick-Step apresentou-se fortíssima como sempre, com vários ciclistas a poderem atacar e vencer, como Zdenek Stybar, Philippe Gilbert ou Niki Terpstra, sendo este último a vencer uma das clássicas mais importantes do ano. Nosso artigo aqui.

    Peter Sagan vence Paris-Roubaix

    O na altura campeão do mundo, desfez a super Quick-Step e arrancou para a vitória da clássica das clássicas a 50 km’s do fim, vencendo esta prova pela primeira vez na sua carreira. Nosso artigo aqui.

    Michael Goolaerts morre durante Paris-Roubaix

    Foi o acontecimento mais triste no pelotão internacional em 2018, o ciclista da “Verandas Willems-Crelan” sofreu uma uma paragem cardíaca durante Paris-Roubaix 2018. Foi levado de helicóptero para um hospital em Lille, onde viria a falecer horas depois.

    Tiesj Benoot, vence “Strade Bianche” aos 24 anos

    Tiesj Benoot vence a clássica “Strade Bianche” num dia épico com chuva, frio e barro, onde Wout Van Aert acabou no limite das suas forças mas foi a revelação da prova terminando em 3ro. Nosso artigo aqui.

    As imagens valem por si.

    Froome vence Giro de Itália numa etapa/fuga “à antiga”

    Após vários dias com a camisola rosa no corpo, Simon Yates perdeu mais de 38 minutos na etapa 19 do Giro d’Italia 2018, o sonho de conquistar o título morrera  nas encostas do Colle delle Finestre.

    Froome teve altos e baixos nas primeiras semanas, mas na terceira semana atacou numa etapa a 80 km’s do fim e saltou para a liderança da classificação geral até ao final da prova. Para recordar.

    José Gonçalves 14.º posto no Giro

    Foi sem dúvida um Giro de Itália que deu prazer acompanhar para todos os portugueses, pois José Gonçalves esteve sempre a grande nível, terminando mesmo a prova num esplêndido 14.º lugar

    Este resultado do português só foi superado pelo 9.º lugar de Zacarin no Tour, nas 3 grandes voltas. Nosso artigo aqui.

    Geraint Thomas vence Tour de France

    Após uma queda nas etapas iniciais de Christopher Froome (líder da Sky), onde o mesmo perdeu algum tempo, Geraint Thomas ficou o ciclista melhor colocado da equipa.

    Apesar de Froome não estar assim tão longe, Thomas apresentou-se sempre consistente e muito forte, vencendo a mítica etapa do Alphe Duez e acabando por vencer o Tour 2018 ao contrário do esperado no início desta corrida.

    Simon Yates vence a Vuelta

    Depois de ter visto o Giro escapar-lhe na terceira semana, Simon Yates voltou a a surgir muito forte na Vuelta e apesar da dúvida sobre a sua consistência se manter até à terceira semana de prova, o britânico conseguiu mesmo a sua primeira vitória numa grande volta. Nosso artigo aqui.

    Luís Leão Pinto de classe no Cape Epic 2018

    O atleta português que fez dupla com o espanhol Francesc Guerra, fez-nos vibrar mais do que o habitual no Cape Epic, tendo conseguido um esplêndido 4.º posto na classificação geral e pódio em mais do que uma etapa. Obrigado Leão! Nosso artigo aqui.

    Rui Costa TOP 10 no Campeonato do Mundo, Valverde sagra-se Campeão do Mundo

    Os campeonatos do mundo de estrada de 2018 aconteceu um virar de página, pois a camisola do arco-iris foi para um ciclista diferente daquele que dominava nos últimos 3 anos (Peter Sagan).

    Aos 38 anos Alejandro Valverde sagrou-se Campeão do Mundo, numa prova onde o português Rui Costa terminou num espectacular TOP 10, tendo em conta a concorrência de elevado nível. Nosso artigo aqui.

    Schurter faz a “dobradinha” de novo e entra no Olimpo

    À semelhança do ano anterior, Nino Schurter voltou a dominar a Taça do Mundo de XCO.

    Apesar ver surgir alguns atletas que lhe dificultaram algumas corridas, como o italiano Gerhard Kerschbaumer, o mais regular e mais forte acabou por ser novamente o Suíço, que à taça juntou mais um campeonato do mundo. Nosso artigo aqui.

    Avancini Campeão do Mundo XCM

    Com outros nomes fortes e candidatos nesta especialidade, o brasileiro Henrique Avancini sagrou-se Campeão do Mundo, dando uma pequena surpresa, não pela falta de capacidade pois fez uma taça do mundo de XCO muito regular, mas por esta não ser a sua especialidade. Nosso artigo aqui.

    Tiago Ferreira vence Volcat, Andaluzia bike race, Portugal tour, e termina 2do. no Brasil ride.

    O atleta português ex-campeão do mundo e da Europa continuou a provar porque é que é uma das referências do BTT a nível mundial, na vertente cross-country maratona (XCM).

    Venceu a VOLCAT pela 5ta. vez, a Andaluzia Bike Race pela 3ra. vez, o Portugal Tour e ainda discutiu o Brasil Ride até ao final com Avancini e Fumic, finalizando  no segundo lugar do pódio.

    Francisco Pardal sagra-se Campeão da Europa de Downhill

    Campeonatos da Europa organizados em Portugal na Lousã e trazerem os melhores até ao nosso país. Mal eles sabiam que o título de Campeão da Europa de Elite masculino iria também ele ficar cá por Portugal.

    Francisco Pardal fez uma descida foguete numa pista completamente encharcada e conseguiu o primeiro título de Campeão da Europa de Downhill para Portugal. Nosso artigo aqui.

    Ricardo Marinheiro campeão nacional de Elites em XCO

    Depois de uma época bem disputada na taça de Portugal com Mário Costa (vencedor da taça de Portugal), Ricardo Marinheiro conseguiu o tão desejado título de campeão nacional de elite em cross-country olímpico. Nosso artigo aqui.

    Ivo Oliveira sagrou-se Vice-Campeão do mundo de perseguição individual na pista.

    A medalha foi de prata, mas a página de ouro na história do ciclismo português. Ivo Oliveira sagrou-se vice-campeão do Mundo de perseguição individual, conquistando, em Apeldoorn, Holanda, a primeira medalha do ciclismo de pista luso em mundiais de elite.

    Raúl Alarcón venceu a volta a 79.ª Portugal em bicicleta.

    Raúl Alarcon e a equipa da W52 Fc Porto demonstraram durante toda a volta a Portugal ser os mais consistentes e mais fortes, demonstrando estar um nível acima de todas as outros. Nosso artigo aqui.

    Nelson Oliveira faz 4.º lugar no campeonato do mundo de contra relógio

    Depois de deixar óptimas indicações na Vuelta 2018, Nelson Oliveira conseguiu mais um resultado histórico e de prestígio para o ciclismo português.

    Foi o melhor resultado de sempre de um corredor luso nesta competição, superando o sétimo posto que o mesmo Nelson Oliveira alcançara em Ponferrada, em 2014. Nosso artigo aqui.

    Nós sonhamos contigo Nelson, o título mundial é difícil mas não impossível.

    Equipa Portuguesa W52 Fc. Porto sobe ao escalão Profissional Continental

    Após algum impasse e notícias contraditórias de que não seria possível esta este projecto dar o salto um salto de escalão, a confirmação chegou e já é uma realidade, para o agrado de todos os portugueses que gostam de ciclismo.

    Portugal tem uma equipa no 2.º escalão do ciclismo mundial, algo que não acontecia desde 2007. Nosso artigo aqui.

    E foi assim 2018.

    Como podes ver, seja estrada, seja cross-country, seja ciclocrosse, seja downhill, se nos acompanhares estás por dentro do ciclismo em geral.

    Um grande obrigado a todos os que nos seguem, vocês são a razão do nosso trabalho.

    Quando pedalamos numa bicicleta seja ela qual for, tenhamos nós 20, 30 ou 60 anos, o tempo volta para trás, e voltamos a ser crianças!

    Sejam crianças para sempre!

    UM FELIZ 2019 A TODOS, e boas pedaladas!

     

    A equipa do MARRETAMAN aqui.

     

     

     

    Partilhar
    error

    One comment on “Os 20 acontecimentos mais marcantes no ciclismo em 2018.”

    1. Benjamim diz:

      Amei, aprendi várias coisas que me tinam passado ao lado! Obrigado Mr. B.!!

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

    Para colocar um comentário, deve ler e concordar com as normas RGPD abaixo:
    Este formulário regista o seu nome, email e comentário para que possamos gerir os comentários colocados no nosso site. Para mais informação sobre como, porquê e onde armazenamos os seus dados por favor consulte a nossa Política de Privacidade.

    Utilizamos cookies para garantir a funcionalidade e melhor experiência de navegação no nosso site. Saber mais