O início do MARRETAMAN.pt

Foi assim, diante de dois muffins de chocolate que pelas 22:00 (a “melhor” hora para se “mamar” uma bomba destas) que nasceu o “MarretaMan.pt” ou mais vulgarmente conhecido entre os ciclistas como “O Homem da Marreta”.

“Marretaman” deriva de uma expressão conhecida entre ciclistas, que significa ficar sem energia, ficar “vazio” em certo momento da nossa pedalada, quer seja por falta de preparação física, por falta de alimentação, ou porque nos entusiasmamos no início com um ritmo forte de mais. Nesse momento, é quando aparece o “homem da marreta” e PAMM!!! Dá-nos uma marretada tal que nem para a frente nem para trás, simplesmente não conseguimos pedalar.

Na equipa do MarretaMan.pt somos pessoas que pedalamos tal como vocês, acima de tudo temos grande paixão pelas bicicletas e ciclismo, não só pelas de estrada ou de montanha, mas também pelas utilitárias, single ou fixed speed, BMX ou até dobráveis.

Temos esta paixão há muitos anos, há anos suficientes para decidirmos escrever sobre o assunto, há anos suficientes para querermos partilhar esta nossa paixão de uma forma natural, independente e sem qualquer tipo de pressões de marcas ou publicidade, simplesmente queremos partilhar conteúdo em português, seja pelo seu interesse ou pela sua beleza.

Em Portugal existe muita gente a andar de bicicleta, que tal como nós tem esta paixão e acreditamos que certamente vai gostar de ter um sítio onde pode encontrar as últimas notícias,  classificações das várias modalidades, dos vários escalões, bem como artigos e “reviews” sobre equipamento dos vários tipos de bicicletas e acessórios, tudo actualizado, num só sítio e em português!

Por esta altura já repararam certamente que não somos escritores profissionais, não é fácil fazer passar as sensações sobre equipamento ou das próprias bicicletas. Para isso como sabem o melhor é colocarem os vossos pés nos pedais e pedalarem pela cidade, montanha ou estrada, só assim sentem e vêem a cidade sem o stress a ela associado, só assim sentem a natureza, a paz e a adrenalina da montanha, só assim sentem a rapidez e dureza da estrada. De qualquer modo, queremos dar o nosso melhor para que de uma forma fácil conheçam um pouco mais deste mundo.

Quando pedalamos numa bicicleta seja ela qual for, tenhamos nós 20, 30 ou 60 anos, o tempo volta para trás, e voltamos a ser crianças!

Sejam crianças para sempre!

Boas pedaladas,

Luís Beltrão

Utilizamos cookies para garantir a funcionalidade e melhor experiência de navegação no nosso site. Saber mais