Greg Van Avermaet vence Tour de Flanders virtual

Por | 05-04-2020 | Estrada, Notícias

O verdadeiro Tour de Flanders foi adiado por enquanto, como resultado das medidas tomadas pelo governo belga para impedir a propagação do vírus Covid-19, no entanto, o decorreu o Tour de Flanders virtual como edição alternativa, a primeira edição virtual de todos os tempos.

Nesta edição virtual alinharam 13 ciclistas

Com o mundo do ciclismo parado, este é um desporto que ao contrário de outros e graças à tecnologia dos dispositivos de treino e aplicações, pode decorrer com os próprios atletas colocarem o seu esforço em directo, uns contra outros.

Publicidade – Saiba mais aqui

A Flanders Classics soube aproveitar isso e independentemente de ser ou não um formato do qual se goste, o facto é que nós estamos a escrever sobre isto e tu estás a ler, os participantes partilharam experiência e as cores e patrocínios foram vistos nas redes sociais.

Mais ainda, a Flanders Classics vendeu, ou cedeu os direitos das imagens a estes canais.

Greg van Avermaet foi o mais forte, tendo atacado no Paterberg de onde saiu com uma vantagem de 5 segundos para os adversários.

Com o mediatismo que estes atletas têm no mundo do ciclismo, mesmo sendo cada um em sua casa nos rolos, ninguém queria perder e ninguém se poupou.

Oliver Naesen não parecia estar a passear.

No final de contas, Greg van Avermaet venceu, aqui podes ver os últimos metros da vitória de Avermaet, que durante a corrida rodou mais de 43 min’s. numa média de superior aos 440 watts!

Foi uma corrida virtual só com 13 ciclistas, mas o ciclismo é feito de patrocínios e no pódio ficaram Greg van Avermaet (CCC), Oliver Naesen (AG2R La Mondiale) e Nicolas Roche (Team Sunweb), os quais colocaram as cores das suas equipas nos radares das redes sociais e restante media da especialidade.

Recorde-se que a CCC havia anunciado há dias cortar o patrocínio à equipa de ciclismo, pelo facto de não estarem a haver corridas e os objectivos de marketing (fruto deste patrocínio) estipulados não estarem a ser atingidos.

Ficou assim a restante classificação

Deves estar a perguntar o mesmo que nós, começaram 13 e acabaram 12?

Onde está Michael Matthews? Será que furou? Será que trabalhou muito para colocar o seu colega de equipa Nicolas Roche no pódio e não aguentou até ao final?

Não sejamos inocentes, isto são situações que no rolo em casa não aconteceriam, provavelmente a esposa de Matthews fez um bolo de chocolate que falou mais alto do que a competição.

Transmissão completa da prova

Subscreve a nossa newsletter semanal para receberes todas as notícias e conteúdo original do MARRETAMAN.pt. Segue-nos nas várias redes sociais Youtube , Instagram , Twitter , e Facebook.

Partilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Para colocar um comentário, deve ler e concordar com as normas RGPD abaixo:
Este formulário regista o seu nome, email e comentário para que possamos gerir os comentários colocados no nosso site. Para mais informação sobre como, porquê e onde armazenamos os seus dados por favor consulte a nossa Política de Privacidade.

Utilizamos cookies para garantir a funcionalidade e melhor experiência de navegação no nosso site. Saber mais