Giro de Itália, etapa 4 – como uma etapa “normal” dita alterações na C.Geral

  • 14-05-2019
  •  

    A etapa 4 tinha uma extensão de 235 km’s., com algumas dificuldades pelo meio. Previa-se uma etapa favorável para uma possível fuga ou para os sprinters.

    A 6 km’s do fim houve uma queda que envolveu ciclistas importantes da classificação geral como Tom Dumoulin, e que partiu pelotão em vários grupos.

    Tom Dumoulin está em dúvida para alinhar na partida amanhã.

    No primeiro grupo, entre outros, estava Richard Carapaz (Movistar) que foi foi o vencedor da etapa 4 do Giro de Itália.

    Os dados que levaram Carapaz à vitória da etapa 4.

    Carapaz fez uma forte aceleração no final da subida em Frascati que lhe permitiu abrir um espaço do restante grupo, só com resposta por parte de Caleb Ewan que não conseguiu evitar a vitória do ciclista da Movistar.

    Caleb Ewan (lotto-soudal) não conseguiu evitar a vitória de Richard Carapaz (Movistar).

    Caleb Ewan (Lotto Soudal) terminou em segundo após perseguição a Carapaz e Diego Ulissi (UAE Team Emirates) foi o terceiro.

    TOP 10 da etapa.

    1Richard Carapaz (Ecu) Movistar Team5:58:17
    2Caleb Ewan (Aus) Lotto Soudal
    3Diego Ulissi (Ita) UAE Team Emirates
    4Pascal Ackermann (Ger) Bora-Hansgrohe0:00:02
    5Florian Senechal (Fra) Deceuninck-QuickStep
    6Primoz Roglic (Slo) Jumbo-Visma
    7Valerio Conti (Ita) UAE Team Emirates
    8Miguel Angel Lopez (Col) Astana Pro Team0:00:18
    9Arnaud Démare (Fra) Groupama-FDJ
    10Simon Yates (GBr) Mitchelton-Scott

    Alterações na classificação geral

    A queda no pelotão teve enormes implicações na classificação geral da corrida, como o facto de Tom Dumoulin (Team Sunweb) ter sido um dos ciclistas afectado, terminando lesionado (vai ser avaliado o estado do ciclista para continuar ou não) e perdendo 4 minutos para o líder.

    A “Team Sunweb” a trazer o seu líder Tom Dumoulin até à meta, com a perna esquerda muito mal tratada.

    Com Carapaz e mais 13 ciclistas no grupo da frente que foi criado pela queda, por sorte ou por boa colocação (vê o vídeo resumo e tira as tuas conclusões) estava o líder da corrida, Primoz Roglic (Jumbo-Visma) que graças a terminar nesse grupo ampliou a vantagem para os seus perseguidores.

    Primoz Roglic terminou no grupo da frente e ampliou a sua vantagem.

    TOP 10 da classificação geral.

    1Primoz Roglic (Slo) Jumbo-Visma18:19:20
    2Simon Yates (GBr) Mitchelton-Scott0:00:35
    3Vincenzo Nibali (Ita) Bahrain-Merida0:00:39
    4Miguel Angel Lopez (Col) Astana Pro Team0:00:44
    5Diego Ulissi (Ita) UAE Team Emirates
    6Rafal Majka (Pol) Bora-Hansgrohe0:00:49
    7Bauke Mollema (Ned) Trek-Segafredo0:00:55
    8Damiano Caruso (Ita) Bahrain-Merida0:00:56
    9Bob Jungels (Lux) Deceuninck-QuickStep0:01:02
    10Davide Formolo (Ita) Bora-Hansgrohe0:01:06

    Vídeo resumo da etapa.

    Classificações completas aqui.

    Por: Luís Beltrão

    Partilhar
    error

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

    Para colocar um comentário, deve ler e concordar com as normas RGPD abaixo:
    Este formulário regista o seu nome, email e comentário para que possamos gerir os comentários colocados no nosso site. Para mais informação sobre como, porquê e onde armazenamos os seus dados por favor consulte a nossa Política de Privacidade.

    Utilizamos cookies para garantir a funcionalidade e melhor experiência de navegação no nosso site. Saber mais