Giro de Itália, etapa 16 – Roglic quebra novamente

  • 28-05-2019
  •  

    A etapa 16 originalmente tinha 226 km’s. e além da distância tinha a subida ao “passo di gavia”, troço que foi anulado pelas condições climatéricas adversas, pelo que a etapa ficou com o perfil da imagem abaixo.

    A etapa passou a ter menos 30 km’s e menos uma contagem de montanha, no “passo di gavia”.

    Nos dias de hoje as organizações primam pela segurança dos atletas, há uns anos atrás se era para fazer fazia-se, independentemente das condições como mostra esta fotografia do “passo di gavia” no Giro de 1965.

    Giro de 1965 – Passo di Gavia, subida anulada na etapa de hoje. Eram outros tempos.

    A etapa

    A ascensão difícil do dia era o mítico “Passo del Mortirolo” e foi aí que surgiram os ataques no grupo dos favoritos à classificação geral, mais uma vez Nibali foi o quem atacou primeiro.

    Vincenzo Nibali tem sido nos nas últimas etapas um ciclista ao ataque.

    Ao ataque de Nibali resistiram Mikel Landa, Richard Carapaz, e Miguel Angel Lopez, que foram mantendo o italiano visível até conseguirem juntar-se a ele.

    Quem não resistiu ao ataque de Nibali e depois ao ritmo imposto pela equipa da Movistar (que ia no encalço do italiano) foi Primoz Roglic que acabou por ficar com Simon Yates e seguir com este até ao final da etapa.

    Mais um dia com tempo perdido por parte de Primoz Roglic, que era desde o início a referência para todos.

    Embora não esteja afastado de uma eventual vitória, tendo em conta que ainda restam etapas importantes de montanha bem como o contrarrelógio do último dia, a referência agora é mesmo Richard Carapaz, o líder do momento é o melhor colocado para a vitória final.

    Richard Carapaz tem uma vantagem cada vez maior sobre os adversários, tem uma equipa à altura para o apoiar e por isso é neste momento o favorito à vitória final.

    À parte da batalha dos favoritos, houve uma batalha pela vitória na etapa, que mais uma vez veio do grupo da fuga, dos quais restaram Giulio Ciccone (líder da classificação da montanha) e Jan Hirt, tendo Ciccone vencido a etapa.

    Giulio Ciccone (líder da classificação da montanha), venceu a etapa de hoje.

    Vídeo resumo da etapa.

    Entrevistas ao vencedor da etapa Giulio Ciccone e ao camisola rosa Richard Carapaz.

    TOP 10 da etapa

    1Giulio Ciccone (Ita) Trek-Segafredo5:36:24
    2Jan Hirt (Cze) Astana Pro Team
    3Fausto Masnada (Ita) Androni Giocattoli-Sidermec0:01:20
    4Vincenzo Nibali (Ita) Bahrain-Merida0:01:41
    5Hugh John Carthy (GBr) EF Education First
    6Richard Carapaz (Ecu) Movistar Team
    7Mikel Landa (Spa) Movistar Team
    8Joe Dombrowski (USA) EF Education First
    9Damiano Caruso (Ita) Bahrain-Merida0:01:49
    10Mattia Cattaneo (Ita) Androni Giocattoli-Sidermec0:02:03

    TOP 10 da classificação geral

    1Richard Carapaz (Ecu) Movistar Team70:02:05
    2Vincenzo Nibali (Ita) Bahrain-Merida0:01:47
    3Primoz Roglic (Slo) Team Jumbo-Visma0:02:09
    4Mikel Landa (Spa) Movistar Team0:03:15
    5Bauke Mollema (Ned) Trek-Segafredo0:05:00
    6Rafal Majka (Pol) Bora-Hansgrohe0:05:40
    7Miguel Angel Lopez (Col) Astana Pro Team0:06:17
    8Simon Yates (GBr) Mitchelton-Scott0:06:46
    9Pavel Sivakov (Rus) Team Ineos0:07:51
    10Jan Polanc (Slo) UAE Team Emirates0:08:06

    Classificações completas aqui.

    Curiosidades – Fica a conhecer a oficina móvel do Team Ineos. (Vídeo)

    Por: Luís Beltrão

    Partilhar
    error

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

    Para colocar um comentário, deve ler e concordar com as normas RGPD abaixo:
    Este formulário regista o seu nome, email e comentário para que possamos gerir os comentários colocados no nosso site. Para mais informação sobre como, porquê e onde armazenamos os seus dados por favor consulte a nossa Política de Privacidade.

    Utilizamos cookies para garantir a funcionalidade e melhor experiência de navegação no nosso site. Saber mais