Gent-Wevelgem – Kristoff surpreende todos.

  • 31-03-2019
  •  

    Apareceram os primeiros muros das clássicas, com novos protagonistas que parecem vir a baralhar as contas para os próximos monumentos, como Flanders e Roubaix.

    A razão do título do nosso artigo está bem patente nesta imagem da própria organização, à partida ninguém contava com Kristoff para a vitória desta prova, as havia espaço para “someone else” entre os favoritos.

    Na Gent-Wevelgent, vários apontamentos de realce.

    A equipa Jumbo Visma correu muito bem, com vários ciclistas tanto na frente do pelotão como nas várias fugas e falando de clássicas assume-se como a equipa que pode fazer frente à Deceunink Quick-Step.

    Equipa Jumbo Visma.

    A Deceunink Quick-Step fez uma corrida a pensar no seu sprinter Viviani, controlou a corrida quando teve que controlar, mas desta feita não acabou vencedora, talvez porque não é a forma como costuma correr nas clássicas.

    Peter Sagan é sempre Peter Sagan, é um super ciclista mas neste inicio de temporada de clássicas não está com o faro tão apurado durante a corrida, como estava por exemplo na passada temporada.

    Peter Sagan

    No primeiro embate “Van der Poel VS. Wout van Aert“, apesar do belga estar mais activo durante toda a corrida, no final (e na sua primeira clássica de peso este ano), Mathieu van der Poel finaliza no 4.º posto. Boas indicações, mas não chega para equilibrar os dois pódios de van Aert esta temporada.

    Mathieu van der Poel – equipa Corendon Circus.

    Pódio interessante de John Degenkolb, que deixa assim boas indicações para os dois monumentos que se avizinham e nos quais já foi protagonista no passado.

    John Degenkolb

    Por último, o momento do dia, o regresso inesperado de Alexander Kristoff às vitórias nas grandes clássicas.

    Alexander Kristoff

    Com uma carreira marcada por alguns altos e baixos (apesar de conseguir pelo menos uma vitória de realce por ano), Kristoff não tem conseguido nos últimos anos ser protagonista nas clássicas, um cenário que encerrou hoje ao vencer a Gent-Wevelgent com uma superioridade autoritária no sprint final.

    Vídeo resumo da prova.

    Classificações completas aqui.

    Por: Luís Beltrão.

    Partilhar
    error

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

    Para colocar um comentário, deve ler e concordar com as normas RGPD abaixo:
    Este formulário regista o seu nome, email e comentário para que possamos gerir os comentários colocados no nosso site. Para mais informação sobre como, porquê e onde armazenamos os seus dados por favor consulte a nossa Política de Privacidade.

    Utilizamos cookies para garantir a funcionalidade e melhor experiência de navegação no nosso site. Saber mais