Discos e transmissão 1X no pelotão profissional de estrada em 2018

Por | 04-10-2017 | Equipamento, Estrada, Notícias

A equipa irlandesa “AquaBlue Sport” vai competir em 2018 com a bicicleta Aero 3T Strada de travão de disco e transmissão 1X (um só prato).

A Aqua Blue Sport é uma equipa Profissional Continental (escalão abaixo do topo, Pro Tour), ainda assim esta decisão da equipa, não deixa de ser um marco histórico no ciclismo profissional.

É uma equipa que alcançou vitória de etapa na Vuelta, nos campeonatos nacionais dos EUA e ganhou a volta à Austria. A título de curiosidade, o massagista português Pedro Claudino (na foto) faz parte desta equipa.

Apesar de alguns ciclistas já terem usado transmissões 1X em corridas de conta-relógio, como Tony Martin (no prólogo do Tour de France), vai ser a primeira vez que este tipo de transmissão vai ser utilizado por equipas profissionais na estrada, em etapas, pois até agora só tem sido utilizada nas bicicletas Gravel e Ciclocross.

A 3T Strada é uma bicicleta de estrada única que combina algumas tendências actuais como os pneus mais largos (suporta pneus até 28mm), quadro Aero, travões de disco hidráulicos, um único prato e uma cassete ampla.

Queres conhecer melhor a máquina? Cá está ela.

Gerard Vroomen explica as vantagens e desvantagens deste sistema e bicicleta.

Segundo a marca, o ciclista tem uma bicicleta para fazer todo o tipo de provas e etapas, porque esta bicicleta tem quadro Aero para as etapas de estrada, e graças á maior medida de pneus, é confortável para provas clássicas como Flanders ou Paris – Roubaix.

A questão é que, se algum ciclistas da Aqua Blue quiser usar o travão convencional, não terá essa hipótese, pois a Strada só existe com disco.

“Nós na Aqua Blue Sport estamos atraídos pela inovação e pelas pessoas que estão a inovar o ciclismo. O que Gerard Vroomen e a 3T fizeram é um projecto verdadeiramente avançado de bicicleta. Estamos encantados de poder levar esta bicicleta às corridas profissionais e utilizá-la nos maiores eventos do mundo”, disse o proprietário da Aqua Blue Sport, Rick Delaney.

Além de competir com as bicicletas, a equipa também será revendedor on-line da 3T Strada e de outros produtos 3T em www,aquabluesport.com. O site irá ajudar no financiamento da equipa.

Temos assistido nos últimos anos a várias equipas Pro Tour e de outros escalões a terem que acabar por falta de patrocinadores, e parece que a Aqua Blue Sport está a adaptar-se aos novos tempos, inovando e criando um novo modelo de negócio e financiamento.

A 3T fará uma “Aqua Blue Sport Edition Strada” para que a equipa comece a competir em Janeiro.

Travões de disco e um só prato no pelotão profissional? E a UCI o que diz a isto?

A UCI colocou a 3T Strada na sua lista de quadros e forquetas aprovadas em Agosto.

Os travões de disco têm sido uma questão controversa no pelotão World Tour. Os testes iniciais no início da temporada de 2016 foram interrompidos após a lesão do ciclista da  Movistar Fran Ventoso.

No entanto, na temporada de 2017 os discos voltaram a ser aprovados, houveram alguns ciclistas a utilizarem-nos e inclusive a ganhar etapas, dando assim maior visibilidade ao sistema (Tom Boonen e Marcel Kittel da Quick-Step).

Todos sabemos que quem cria as tendências são as marcas, mas o sucesso dessas tendências no mercado, depende muito da sua utilização pelos profissionais, e este pode ser um  passo importante no que respeita ao desenvolvimento e evolução das futuras bicicletas de estrada.

Será que daqui por uns anos, tal como aconteceu com as bicicletas de montanha, nas bicicletas de estrada as transmissões de dois pratos vão desaparecer, bem como os travões de ferradura? Cá estaremos para ver.

Se assim for, lembrem-se que leram este texto em 2017 no MarretaMan.pt 😀

 

Mr.B.

 

Fonte: CyclingNews.com

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Para colocar um comentário, deve ler e concordar com as normas RGPD abaixo:
Este formulário regista o seu nome, email e comentário para que possamos gerir os comentários colocados no nosso site. Para mais informação sobre como, porquê e onde armazenamos os seus dados por favor consulte a nossa Política de Privacidade.

Utilizamos cookies para garantir a funcionalidade e melhor experiência de navegação no nosso site. Saber mais