Dias de chuva? 10 Rolos de várias gamas para o teu inverno

Por | 06-01-2018 | Equipamento

Do que é que todos tinham saudades? Dos rolos! É ou não é? 😛

Na verdade, o nosso país à beira mar plantado não é o melhor para se venderem rolos de treino, visto que somos uns privilegiados no que respeita a clima, e na maior parte dos meses do ano não chove como noutros países.

Ainda assim, quando veem as primeiras chuvas e quando inicia o horário de inverno, quase todos se lembram que algures lá para casa existe uma “ferramenta” destas, cheia de pó e teias, que já não é usada há meses, mas que agora se torna muito útil.

Para alguns, treinar com rolos é uma coisa natural, mas para a maioria é um tipo de actividade mentalmente aborrecida e cansativa.

Hoje em dia o desenvolvimento tecnológico permitiu que esta ferramenta de treino evoluísse, de um simples rolo que fazia atrito na roda da bicicleta, para aparelhos mais evoluídos que funcionam emparelhados com software de treino on-line, tornado-o mais próximo do real, mais efectivo e muito menos enfadonho e aborrecido.

Como a maioria de nós não tem as condições do atleta alemão de bicicleta de montanha Manuel Fumic (ver vídeo),

mostramos só algumas opções (pois existe um lote enorme de oferta no mercado), desde as mais económicas às mais evoluídas, e até soluções grátis para tornar o treino de rolos menos aborrecido.

Elite Novo Force (gama baixa)

Entre €115.00 a €130.00

É um rolo magnético, da gama de entrada da Elite.

Tem 5 configurações de resistência, operadas a partir do guiador de forma manual e que são suficientes para qualquer tipo de treino que queiras fazer em casa.

Tendo em conta este tipo de rolos, é silencioso, mas no geral este tipo de rolos fazem algum ruido.

A pedalada não é tão realista como nos rolos “inteligentes”, já com cassete incorporada.

Tacx Blue Matic (gama baixa)

Entre 130€ a 159€

A Tacx tem na sua gama de entrada “Blue” 4 rolos diferentes, sendo o “Blue Matic” um dos que se situa no meio desta gama.

Rolo magnético, com 10 níveis de resistência controlados de forma manual a partir do guiador, fácil de manusear e rápido de montar.

Permite fazer todo o tipo de treino que necessites fazer em casa, mas a pedalada não é tão realista como nos rolos “inteligentes”, já com cassete incorporada.

Treino com rolos de gama baixa

Com este tipo de rolos mais simples e económicos, nalguns casos podem ser adquiridos sensores de cadência e velocidade, que por sua vez juntamente com dispositivos GPS com conexão Wireless, Bluetooth ou ANT+, podem ser usados com aplicações de treino do tipo “Zwift”.

Caso tenhas só o rolo, ou não queiras pagar a mensalidade do Zwift podes optar por colocar o PC com filmes, vídeos motivacionais, ou até vídeos de treino disponíveis no Youtube, como estes do Global Cycling Network (GCN).

No vídeo indicam-te o nível de resistência em que colocas o teu rolo, os andamentos que estão a utilizar e cadência.

Wahoo Kickr Sanp (gama média)

499.99€ no site da marca

O Snap tem uma unidade de medição e resistência idêntica á do modelo Kickr, mas montada num rolo convencional, onde é a roda da bicicleta que faz funcionar o rolo.

Este é um rolo muito mais barato que o seu irmão Kickr, ainda assim são 499,00€.

O Snap é mais ruidoso que o Kickr, mas entre os rolos convencionais é dos mais silênciosos.

Apesar de ter a mesma estrutura base de outros rolos mais baratos, é basteante estável, mesmo quando se pedala fora do selim. Tem ligação bluetooth e pode funcionar com vários softwares e aplicações de treino.

Tacx Vortex Smart (gama média)

€449.00 no site da marca

O Vortex Smart funciona ligado à corrente eléctrica, também tem conectividade com software e aplicações de treino.

Consegue uma resistência de 950W, o que para atletas melhor preparados pode ser pouco, mas para a maioria é suficiente.

Consegue criar uma sensação muito suave e realista de estrada, e também funciona bem quando não conectado.

Treino com rolos de gama média

Este tipo de rolos já tem conectividade, e podes utilizar aplicações de treino ou simuladores como o zwift.

Wahoo Kickr (gama alta)

€1,199.99 no site da marca

Este dispositivo de treino Wahoo foi dos primeiros deste formato (sem roda traseira), e digamos que é o líder de mercado deste tipo de dispositivos.

Este tipo de rolos, não desgastam pneus, eliminam o ruído dos pneus e seguram a bicicleta.

Tem conecção rapida através de ANT + ou Bluetooth para smartphones, computadores e ciclocomputadores, tem um aperto ergonómico e é compatível com 11 velocidades (o último modelo).

Possui um medidor de potência incorporado que permite esta medição sem recurso a outros medidores instalados na bicicleta.

O Kickr ajusta-se rapidamente às alturas predefinidas para várias bicicletas, 650b e 29er, o espaçamento do cubo pode ser entre 130mm e 135mm para o espaçamento de estrada e de montanha. Não é necessário bloqueio da roda dianteira, pois a altura do cubo traseiro coincide com a da roda selecionada.

O Kickr é uma ferramenta excelente, mas muito cara (1.199,00€), resistência de potência é exacta, e quando emparelhado com software de treino estruturado torna-se numa ferramenta muito completa, transformando o treino indoor num nível superior, e quando usado com o programa ou aplicação Zwift, treinar dentro de casa pode tornar-se realmente atractivo ou até viciante.

Tacx NEO 2 Smart (gama alta)

€ 1,299.00 no site da marca

Com 18 anos de desenvolvimento desde que a Tacx lançou o primeiro rolo interactivo, existe uma grande quantidade de percursos e filmes 3D na aplicação gratuita “Tacx Cycling”, bem como o software “Tacx Trainer” de quarta geração (pago), que podem ser armazenados na  Cloud da Tacx.

O Tacx NEO 2 Smart é um dos rolos “smart trainer” topo de gama de referência. Preciso e realista, renovado e melhorado há pouco tempo.

Segundo a marca, tornaram o equipamento ainda mais mais silencioso do que já era, melhor na simulação de Inércia Dinâmica e Descida, bem como na análise da distribuição de energia nos pedais.

O NEO 2 Smart é um rolo inteligente totalmente interactivo. Mede a velocidade, cadência e potência, pode ser controlado pela aplicação Tacx ou outras.

A electrónica inteligente também permite o treino sozinho, sem qualquer conexão de software.

O NEO 2 Smart não requer uma fonte de energia externa, pois gera sua própria energia a partir do seu movimento de bicicleta, o que o diferencia de outros rolos do género que necessitam sempre energia.

O quadro permite alguns graus de movimento para a esquerda e direita
enquanto se anda de bicicleta, segue o curso natural do corpo, melhorando
o sentimento de ciclismo.

O rolo conecta-se sem fio via ANT +  e Bluetooth, permitindo o treino com diversos dispositivos e aplicações.

Tem um indicador de energia por baixo do rolo que muda de cor com base na intensidade do teu treino.

A actualização do “firmware” para a versão mais recente pode ser feita facilmente com aaplicação gratuita “Tacx Utility”, para que seja possível usar as mais recentes melhorias e funcionalidades.

O quadro é também facilmente dobrável para um tamanho pequeno e quando dobradas, as pernas agem como duas alças para facilitar o transporte.

O rolo é compatível com eixos 142x12mm e 148x12mm, que estão na caixa, mas suporta outras medidas.

De acordo com a maca, o que diferencia a série NEO de outros rolos é a resistência máxima quando se pedala a baixas velocidades, em mudanças baixas e “subidas” muito íngremes.

Outro dos principais benefícios apontados pela Tacx é que não tem necessidade de manutenção e calibração.

CycleOps Hammer (gama alta)

$1,199.99 no site da marca

A CycleOps também constrói rolos há décadas, e com a marca Power Tap, também medidores de potência.

O seu novo rolo inteligente de tracção directa Hammer combina ambas as tecnologias, com capacidade de medir a potência sem fios, e de sincronizar com outros softwares de treino como o Zwift ou o Trainer Road.

Seja simulando subidas, ou aumentando e diminuindo a resistência para uma potencia especifica, o Hammmer ajusta-se suavemente com potencia electromagnética.

Tal como os outros também está adaptado a qualquer tipo de bicicleta ou tamanho de roda.

Elite Drivo (gama alta)

Entre €1,050.00 e €1,200.00

Este dispositivo da Elite eleva o nível de dados disponibilizados, permitindo um treino de maior precisão e qualidade.

A leitura de potência é precisa e vem com vários sensores, que combinam com a detecção de cadência incorporada (ou na correia opcional) para permitir a análise completa do curso do pedal.

A cadência suave e a resistência máxima de 2,200 watts suportam qualquer sprint e ainda fornece 950Watts de resistência a 20 km / h para simulação de inclinações de 25%.

Simplesmente, o facto de ser de côr branca e ter a protecção plástica, pode não ser a melhor opção para este tipo de dispositivos, pois com o tempo a corrente da bicicleta vai deixar vestígios, sejam eles de sujidade ou danos na própria protecção plástica.

Embora seja bom com outros software, é necessária paciência para configurar e decifrar o sofware próprio e a aplicação da Elite, embora depois deste processo, os dados disponibilizados e as simulações virtuais sejam surpreendentes quando se começa a usar.

Wahoo Kickr Climb (acessório para dispositivos Wahoo de gama média e alta).

€549.99 no site da marca.

Um acessório para conjugar com o Kickr, que inclina a bicicleta, elevando o realismo da posição do corpo e da bicicleta quando simula as subidas. Apresentado este ano na Eurobike, ainda está a ser vendido.

Este acessório não emparelha directamente com a aplicação ou software de treino utilizado, mas sim com o Wahoo Kickr ou Kickr Snap.

Qualquer um destes rolos funciona emparelhado com as aplicações e software de treino, recebem a informação, lêem e executam, e com o climb associado vão transmitir essa informação ao novo acessório, subindo o realismo do treino para um nível superior.

Permite a simulação de uma inclinação máxima de 20%, um declive de -10%, e não se limita a fazer as inclinações dadas na aplicação ou programa de treino, pois tem também um controlo que se pode instalar no guiador da bicicleta, podendo essa inclinação ser alterada manualmente pelo utilizador.

Existem ainda marcas que têm bicicletas indoor, são várias, mostramos aquela que tivemos oportunidade de experimentar neste vídeo.

Treino com dispositivos de treino de gama alta

Estes dispositivos têm conectividade Bluetooth, Wireless e ANT+, ligam-se a um PC, que juntamente com um programa ou aplicação de treino tornam o treino num “jogo de computador” real, todos os declives e subidas são passadas para o dispositivo, bem como a força que aplicas no dispositivo é passada para o programa ou aplicação.

Exemplo de um dos programas mais usados, o Zwift.

Para os mais experientes, poderão não haver grandes novidades neste artigo, mas esperamos ter mostrado um pouco mais deste “mundo” a quem está a pensar adquirir.

Como escrevemos no início, existem muitos mais modelos, aqui tentámos colocar alguns de várias gamas de preços (também não procurámos o melhor preço, mas sim o preço de referência das marcas).

Por: Luís Beltrão

7 comments on “Dias de chuva? 10 Rolos de várias gamas para o teu inverno”

  1. Pedro Nogueira diz:

    Com ou sem rolo de treino, o mais importante é ter vontade e motivação para pedalar, mas com certeza que um bom rolo ajuda bastante e faz toda a diferença em dias que não podemos ir para a estrada. Eu faço 15 mil km por ano e se tivesse um bom sistema virtual de treino faria muitos mais. São um bom investimento e ajudam bastante na melhoria do nosso desempenho físico.

    1. Sem dúvida Pedro!

      Obrigado por ler e por nos deixar o seu comentário.

      Ass.: Luís Beltrão

  2. Diogo Silva diz:

    Para um iniciante nisto, pelos preços que aqui apresentam isto não será nada barato. Porque além destes “brinquedos” ainda temos de comprar a bicicleta para quem não tem.
    Existem opções que fiquem mais em conta que se possam usar apps como zwift por exemplo?

    1. Olá Diogo, qualquer bicicleta estática com uma qualidade decente terá sempre um valor algo elevado, talvez na ordem dos 400/500€, embora confesse que não estou muito familiarizado com esse mercado e preços neste momento.

      Se optar por uma bicicleta de estrada de gama de entrada, mais um rolo também de gama de entrada, poderemos estar a falar num investimento na ordem dos 700€ mais ou menos, mas depois para poder utilizar a aplicação “tipo zwift” terá que ter um sensor de velocidade montado na bicicleta e um dispositivo que faça a ligação ao telemóvel e consequentemente à aplicação.

      Se não tem nada, sim estamos a falar sempre de um investimento inicial algo avultado sim.

      Se só quiser treinar simplesmente num rolo em casa (sem ligação a aplicações), talvez com cerca de 500€ consiga bicicleta e rolo (gamas baixas em ambos os equipamentos).

      Obrigado por nos seguir, subscreva também o nosso canal youtube, instagram e twitter 😉

      Espero ter ajudado, boas pedaladas.

      Luís Beltrão

      1. Diogo Silva diz:

        Muito obrigado pelas informações.

  3. Prats diz:

    Faltou provavelmente o melhor de todos.

    O tacx neo…

    1. Mr. B diz:

      Boa máquina também!
      E haverão mais. Tentámos deixar um leque de várias gamas e marcas.
      Obrigado pelo comentário Prats. 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Para colocar um comentário, deve ler e concordar com as normas RGPD abaixo:
Este formulário regista o seu nome, email e comentário para que possamos gerir os comentários colocados no nosso site. Para mais informação sobre como, porquê e onde armazenamos os seus dados por favor consulte a nossa Política de Privacidade.

Utilizamos cookies para garantir a funcionalidade e melhor experiência de navegação no nosso site. Saber mais