Cape Epic – Etapa 7 – A consagração.

Por | 24-03-2019 | Montanha

A ultima etapa não trouxe alterações aos postos cimeiros da classificação geral, mas ainda assim era importante pois até cortar a meta nada estava garantido.

Entre os favoritos os grandes vencedores do Cape Epic 2019 foram Nino Shurter e Lars Forster, da equipa Scott Sram. Nino Schurter consegue assim a sua segunda vitória na prova africana e Lars Forster a primeira.

Pódio do Cape Epic 2019.
Nino Schurter e Lars Forster. Fotografia: Greg Beadle/Cape Epic

Depois não terceiro posto do ano passado, a equipa Cannondale Factory Racing de Henrique Avancini e Manuel Fumic terminou este ano em segundo, melhorando a classificação.

Henirique Avancini e Manuel Fumic. Fotografia: Nick Muzik/Cape Epic

No ultimo lugar do pódio ficou a equipa Trek Selle San Marco de Damiano Ferraro e Samuele Porro.

Damiano Ferraro e Samuele Porro. Fotografia: Justin Coomber/Cape Epic

Na categoria Elite Femininos mais uma vitória para a Specialized e para
Annika Langvad e Anna van der Breggen .

Annika Langvad e Anna van der Breggen. Fotografia: Shaun Roy/Cape Epic

Os portugueses

Para os bravos portugueses a classificação não alterou em relação ao dia anterior, foi um Cape Epic muito positivo, pois além de todos os participantes lusos terminarem a prova ainda fizeram resultados bastante bons na prova de bicicleta de montanha mais mediática do mundo.

José Silva e o seu companheiro checo Ondrej Fojtik terminaram num esplêndido 2.º lugar na categoria M40.

Tiago Silva e Valério Ferreira (Team 5Quinas.cc / Snakebite) terminaram o Cape Epic no 47.º posto da categoria Elite.

Tiago Silva e Valério Ferreira – Team 5Quinas.cc / Snakebite.
Tiago Silva e Valério Ferreira – Team 5Quinas.cc / Snakebite.

Carlos Brito e Raul Amaral (Team Trovador), terminaram no 13.º da geral na sua categoria (Master).

Carlos Brito e Raul Amaral – Team Trovador.
Carlos Brito e Raul Amaral – Team Trovador.

Miguel Goncalves e Nuno Campos ( Team Barcelos Portugal ), terminaram no 14.º da sua categoria.

Miguel Goncalves e Nuno Campos – Team Barcelos Portugal

Na prova que é considerada “o Dakar” das bicicletas, onde tudo pode acontecer, desde azares mecânicos a quedas, etc., todos terminaram, PARABÉNS BRAVOS!

Classificações completas aqui.

Por: Luís Beltrão

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Para colocar um comentário, deve ler e concordar com as normas RGPD abaixo:
Este formulário regista o seu nome, email e comentário para que possamos gerir os comentários colocados no nosso site. Para mais informação sobre como, porquê e onde armazenamos os seus dados por favor consulte a nossa Política de Privacidade.

Utilizamos cookies para garantir a funcionalidade e melhor experiência de navegação no nosso site. Saber mais