Cape Epic 2018 – Etapa 4 – Luís Leão Pinto faz novo pódio na etapa rainha

Por | 22-03-2018 | Montanha, Notícias

A etapa 4 do Cape Epic 2018 era considerada a etapa rainha da prova, 111 km’s com 1800 mts. D+ de acumulado.

Percebe no vídeo porquê. Terreno misto entre single track’s, “estradão” e até asfalto.

Inacreditável, ontem escrevíamos meio a modo de brincadeira que só quem já usou pneus s-works sabe o que Kulhavy e Grotts sentiam.  Hoje, quando seguiam com os da frente, a equipa Investec Songo Specialized  voltou a furar.

Por essa altura a equipa Canyon Topeak de Alban Lakata e Kristian Hynek colocou-se em fuga, mas teve um problema mecânico pelo que esta não surtiu efeito.

Aproveitando o percalço da equipa Specialized, e a parte técnica do percurso a Cannondale Factory Racing de Manuel Fumic e Avancini colocou-se ao ataque e no abastecimento do km. 79 levava dois minutos de vantagem sobre a Specialized.

Mas a parte final da etapa era em asfalto, “estradão” e terreno aberto, ao jeito de uma locomotiva chamada Jaroslav Kulhavy, que se colocou na frente do seu colega (que deve ter sofrido no limiar da marretada)  e nessa parte final, conseguiram não só recuperar os dois minutos de atraso como ainda terminar mais 2min’s à frente de Fumic e Avancini.

Lideram agora a classificação geral com 4 minutos de vantagem.

Os únicos a conseguirem seguir a Investec Songo Specialized foram a Centurion Vaude, e a Scott Buff do nosso Luís Leão Pinto, que consegue mais um pódio, desta feita na etapa rainha e num dia duro para muitos. Luís Leão Pinto e Francesc Guerra colaboraram na parte final com a equipa de Kulhavy.

A Centurion Vaude de Nicola Rohrbach e Daniel Geismayr atacou na parte final, e conseguiram ganhar a etapa 4.

No final, Centurion Vaude primeiro, Investec Songo Specialized segundo e Scott Buff terceiros.

No final de etapa, o espanhol Francesc Guerra agradecia a Luís Leão Pinto pelo trabalho, dizendo que faziam uma óptima equipa e que o português era o melhor colega de equipa que já tido.

Esta equipa, apesar de ser a primeira vez que participa na corrida, mesmo não sendo equipa de fábrica, está a salvar a honra da Scott.

Aquela bandeira Portuguesa fica tão bem ali em cima

Na corrida feminina, Annika Langvad e Kate Courtney ganharam, tal como nos dias anteriores, mais uma etapa, com uns impressionantes 8 minutos de vantagem sobre a segunda equipa (Silverback KMC).

 

Nesta categoria a corrida está praticamente decidida (apesar de no cape epic poderem sempre haver surpresas), visto que esta dupla lidera a classificação geral com mais de 30 minutos de vantagem para a equipa que as segue, a Silverback KMC de Mariske Strauss e Annie Last.

Vídeo com resumo do dia.

Podes ver a classificação completa aqui.

 

Luís Beltrão

Mr.B.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Para colocar um comentário, deve ler e concordar com as normas RGPD abaixo:
Este formulário regista o seu nome, email e comentário para que possamos gerir os comentários colocados no nosso site. Para mais informação sobre como, porquê e onde armazenamos os seus dados por favor consulte a nossa Política de Privacidade.

Utilizamos cookies para garantir a funcionalidade e melhor experiência de navegação no nosso site. Saber mais