Campeonatos do Mundo em Yorkshire – Antevisão

  • 22-09-2019
  •  

    Passadas as 3 grandes voltas vem aí o último grande evento do ano, os Campeonatos do Mundo. O local é propício a espectáculo e os candidatos também.

    Entre 22 e 29 de Setembro serão conhecidos os novos campeões do Mundo das várias categorias, em Yorkshire.

    Esta será a quarta vez que a Grã-Bretanha acolhe o Mundial, as estradas ondulantes de Yorkshire e as multidões de fãs colocaram o condado no mapa do ciclismo mundial nos últimos anos.

    O percurso é muito ondulante, com curvas técnicas e uma distância que no caso da corrida de elites masculinos é a segunda maior corrida do ano, com uma distância total de 284 quilómetros, só menos 7 que a Milan-San Remo (que é a mais longa).

    Candidatos

    Os campeonatos do Mundo são sempre corridas diferentes, quando olhamos para os candidatos quase nos esquecemos que não são corridas por equipas, mas sim por selecções.

    É claro que há super ciclistas que fazem a diferença com a sua qualidade e astucia, mas mesmo assim é difícil prever um vencedor, tendo em conta que ainda são alguns os que têm essas características.

    Olhando para o percurso, a falta de grandes subidas poderia levar-nos a pensar que um sprinter robusto pode ter hipóteses, mas por outro, o ganho de elevação total no final da corrida é elevado o que também pode colocar um escalador entre os favoritos. E os ciclistas de clássicas? Habituados a corridas de um dia, grande quilometragem, elevação misturada com terreno rolante.

    Definitivamente não existe um favorito, existem vários.

    O nome do momento, aquele em que toda a gente fala e que oferece a maior expectativa é o de Mathieu van der Poel, que simplesmente foi surpreendente durante toda a temporada, em todos os terrenos!

    Mathieu van der Poel é um dos mais recentes fenómenos do ciclismo mundial, e já provou que pode juntar o título de estrada aos de Ciclocrosse e Europeu de bicicleta de montanha.

    No ciclocrosse (campeão do Mundo), na bicicleta de montanha (campeão da Europa) e na estrada, recentemente venceu o Tour of Britain, mas o que está na memória dos seus adversários é a sua impressionante vitória na Amstel Gold Race.

    Apesar de sua inexperiência e juventude já provou ter resistência em larga quilometragem, tem uma ponta final completamente arrasadora e faz parte de uma selecção muito forte.

    Peter Sagan encaixa-se perfeitamente nas características do percurso, apesar de um início de temporada decepcionante, voltou quando tinha que voltar, e arrecadou a sua sétima camisola verde no Tour 2019. Por isto e pelo seu passado está entre os principais favoritos, podendo conseguir o seu 4.º campeonato do mundo ( o que seria um recorde ).

    Apesar de início de época discreto, Peter Sagan surgiu em forma no Tour de França.

    Julian Alaphilippe é o número 1 do ranking UCI e teve mais uma temporada fantástica, que por enquanto culminou na exibição no Tour de França, não esquecendo o início da temporada onde conquistou a Milan-San Remo, Strade Bianche e Fléche Wallonne, a sigla “super ciclista” encaixa perfeitamente nele também.

    Julian Alaphilippe está a fazer mais uma época de sonho, que pode culminar num título mundial.

    E depois temos a selecção da Bélgica, claramente a equipa mais forte da corrida, senão vejamos alguns, Remco Evenepoel, Oliver Naesen, Dylan Teuns, Greg Van Avermaet , e Philippe Gilbert que apesar da idade fez uma Volta Espanha estupenda, terminando com duas vitórias.

    Philippe Gilbert venceu duas etapas na Volta a Espanha e lidera umas das selecções mais fortes na corrida, a Bélgica.

    Outros candidatos com vitórias recentes incluem Michael Matthews, Matteo Trentin, ou o campeão de 2018 Alejandro Valverde, que terminou em segundo lugar geral na Volta a Espanha.

    A forma com que Valverde se apresentou na Volta a Espanha, faz acreditar em novo triunfo.

    Elites Femininos

    A prova feminina caracteriza-se por um circuito muito mais curto e menos montanhoso de 149km’s.

    Anna van der Breggen é a actual campeã e mais uma vez uma das principais candidatas ao título.

    Outra favorita (talvez a principal) é a holandesa Marianne Vos, tri-campeã do mundo, e que está com um registo impressionante de 16 vitórias até agora em 2019.

    Os Portugueses

    A Equipa Portugal vai competir com 14 corredores no Campeonato do Mundo de Estrada.

    O ciclismo nacional terá representantes nas provas masculinas e femininas de elite e de juniores, assim como nas corridas masculinas de sub-23.

    Os corredores que representarão Portugal na prova de fundo de elite, no dia 29 de setembro, são Domingos Gonçalves (Caja Rural-Seguros RGA), José Gonçalves (Team Katusha Alpecin), Nelson Oliveira (Movistar Team), Rúben Guerreiro (Team Katusha Alpecin), Rui Costa e Rui Oliveira (UAE Team Emirates).

    Rúben Guerreiro é mais uma vez um dos seleccionados, este ano depois de uma excelente Volta a Espanha.

    Nelson Oliveira compete também no contra-relógio individual, no dia 25.

    Nelson Oliveira continua a perseguir o seu (e o nosso) sonho de ser Campeão do Mundo de contra-relógio.

    Nos sub-23, teremos André Carvalho e João Almeida (Hagens Berman Axeon), Emanuel Duarte (LA Alumínios-LA Sport) e Miguel Salgueiro (Sicasal/Constantinos).

    João Almeida (Hagens Berman Axeon)

    A prova de fundo está marcada para dia 27 e terá 186,9 quilómetros.

    Três dias antes, André Carvalho e João Almeida competem também no contra-relógio de 30,3 quilómetros.

    Os juniores serão André Domingues (Escola de Ciclismo Bruno Neves) e João Carvalho (Bairrada), que competem na prova de fundo de 148,1 quilómetros a disputar no dia 26.

    As representantes femininas são a sub-23 Maria Martins (Sopela Women’s Team), que competirá na prova de fundo de elite ( em Mundiais não há corridas de sub-23 femininas), e a júnior Daniela Campos (5Quinas/Município de Albufeira/CDASJ).

    Onde ver:

    A Eurosport irá transmitir as diferentes provas do Mundial de Yorkshire, estando programada a transmissão integral de todas as corridas com participação da Equipa Portugal.

    Agenda de Portugal e transmissões televisivas:


    23 de Setembro
    10h10-11h45: CR Juniores Femininas: Harrogate – Harrogate, 13,7 km – Eurosport 1

    24 de Setembro
    10h10-12h30: CR Sub-23: Ripon – Harrogate, 30,3 km – Eurosport 1

    25 de Setembro
    13h10-15h50: CR Elite Masculina: Northallerton – Harrogate, 54 km – Eurosport 1

    26 de Setembro
    12h10-15h50: Prova de Fundo Juniores: Richmond – Harrogate, 148,1 km – Eurosport 1

    27 de Setembro
    8h40-11h20: Prova de Fundo Juniores Femininas: Doncaster – Harrogate, 86 km – Eurosport 1
    14h00-19h10: Prova de Fundo Sub-23: Docaster – Harrogate, 186,9 km – Eurosport 1

    28 de Setembro
    11h40-15h45: Prova de Fundo Elite Feminina: Bradford – Harrogate, 149,4 km – Eurosport 1

    29 de Setembro
    8h40-15h40: Prova de Fundo Elite Masculina: Leeds – Harrogate, 280 km – Eurosport 1 .

    Subscreve a nossa newsletter semanal para receberes todas as notícias e conteúdo original do MARRETAMAN.pt. Segue-nos nas várias redes sociais FacebookInstagramYoutube e Twitter.

    Partilhar
    error

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

    Para colocar um comentário, deve ler e concordar com as normas RGPD abaixo:
    Este formulário regista o seu nome, email e comentário para que possamos gerir os comentários colocados no nosso site. Para mais informação sobre como, porquê e onde armazenamos os seus dados por favor consulte a nossa Política de Privacidade.

    Utilizamos cookies para garantir a funcionalidade e melhor experiência de navegação no nosso site. Saber mais