Brasil Ride 2019 – Última etapa

  • 26-10-2019
  •  

    Já está, terminou a Brasil Ride 2019 e com o final esperado por todos nós, a vitória de Tiago Ferreira e Hans Becking.

    Publicidade

    A etapa 7 foi ganha pela dupla Jaroslav Kulhavy / Matous Ulman da Specialized, que na classificação geral finalizam no terceiro posto do pódio.

    A equipa DMT Racing (Tiago Ferreira) limitou-se a gerir a vantagem de 7 minutos e terminar a etapa, sagrando-se como vencedores absolutos da Brasil Ride 2019.

    Com esta vitória, o português consegue a sua segunda vitória na prova e ajuda o seu companheiro de equipa Hans Becking a igualar as 3 vitórias de Jiri Novak e Henrique Avancini, sendo os maiores campeões do evento.

    “Super contentes por conseguir esta vitória que já trabalhávamos por ela há muito tempo. Finalmente ganhei outra vez e o Hans levou o terceiro título. Uma semana bastante positiva, sem quebras e fomos bastante regulares”,

    disse Tiago Ferreira

    Mas nesta edição da Brasil Ride 2019, não tivemos só um português vencedor, em resumo, “limpámos” quase tudo.

    Na categoria Masters uns autênticos heróis, Tiago Silva e Tiago Calamote são atletas amadores que iam desfrutar da Brasil Ride, iam sem grandes pretensões e terminaram vencedores da sua categoria.

    Nesta categoria os favoritos eram a dupla do famoso e ex-campeão olímpico de XCO Bart Brentjens, profissionais que não se conseguiram impor aos portugueses, ficaram a mais de 30 minutos dos portugueses.

    Na categoria de duplas mistas, mais uns portugueses vitoriosos, José Silva e Celina Carpinteiro estiveram na frente da classificação geral quase toda a corrida e conseguiram a vitória no final.

    O Português Ricardo Gonçalves, numa equipa da categoria corporativa (equipas de 3 elementos), finalizou em segundo nesta categoria, com a equipa Land Rover, na qual correram também Herike A.Silva e Raone Goncalves.

    TOP 5 geral final

    Masculino Open
    1- Tiago Ferreira (POR) / Hans Becking (NED) – 21h41min17
    2- Henrique Avancini (BRA) / Manuel Fumic (GER) – 21h48min40
    3- Jaroslav Kulhavy (CZE) / Matous Ulman (CZE) – 21h56min03
    4- Kristian Hynek (CZE) / Martin Stosek (CZE) – 22h17min21 
    5- Sebastian Fini (DIN) / Julian Schelb (GER) – 22h26min13

    Feminino
    1- Viviane Favery (BRA) /Tania Clair (BRA) – 28h41min30
    2- Jaqueline Mourão (BRA) / Danilas Ferriera (BRA) – 28h58min02
    3- Letícia Candido (BRA) / Hercília Najara (BRA) – 29h54min24
    4- Janildes Fernandes (BRA) / Julyana Machado (BRA) – 33h15min50
    5- Ivonne Kraft (GER) / Ana Clara Souza (BRA) – 34h23min40

    Vencedores as várias etapas
    Masculino
    Etapa 1 – Henrique Avancini (BRA) / Manuel Fumic (ALE)
    Etapa 2 – Tiago Ferreira (POR) / Hans Becking (HOL)
    Etapa 3 – Henrique Avancini (BRA) / Manuel Fumic (ALE)
    Etapa 4 – Tiago Ferreira (POR) / Hans Becking (NED)
    Etapa 5 – Tiago Ferreira (POR) / Hans Becking (NED)
    Etapa 6 – Sebastian Fini (DIN) / Julian Schelb (GER)
    Etapa 7 – Jaroslav Kulhavy (CZE) / Matous Ulman (CZE)

    Feminino
    Etapa 1 – Letícia Cândido (BRA) / Hercília Najara (BRA) 
    Etapa 2 – Viviane Favery (BRA) / Tania Clair Pickler (BRA) 
    Etapa 3 – Letícia Cândido (BRA) / Hercília Najara (BRA)
    Etapa 4 – Jaqueline Moura (BRA) / Danilas Ferreira da Silva (BRA)
    Etapa 5 – Viviane Favery (BRA) / Tania Clair Pickler (BRA)
    Etapa 6 – Viviane Favery (BRA) /Tania Clair Pickler (BRA) 
    Etapa 7 – Letícia Cândido (BRA) / Hercília Najara (BRA)

    Os vencedores nas 10 edições de Brasil Ride

    Masculino
    2010 – Kristian Hynek (CZE) / Robert Novotney (CZE)
    2011 – Kristian Hynek (CZE) / Robert Novotney (CZE)
    2012 – Tiago Ferreira (POR) / Luis Pinto (POR)
    2013 – Henrique Avancini (BRA) / Sherman Trezza (BRA)
    2014 – Hans Becking (HOL) / Jiri Novak (CZE)
    2015 – Hans Becking (HOL) / Jiri Novak (CZE)
    2016 – Fabian Rabensteiner (ITA) e Alexey Medvedev (RUS)
    2017 – Henrique Avancini (BRA) / Jiri Novak (CZE)
    2018 – Henrique Avancini (BRA) / Manuel Fumic (GER)
    2019 – Tiago Ferreira (POR) / Hans Becking (NED)

    Feminino
    2010 – Celina Carpinteiro (POR) / Ivonne Kraft (ALE)
    2011 – Adriana Nascimento (BRA) / Sabrina Gobbo (BRA)
    2012 – Adriana Nascimento (BRA) / Adriana Genovesi (BRA)
    2013 – Rebecca Rusch (EUA) / Selene Yeager (EUA)
    2014 – Sonya Looney (EUA) / Nina Baum (EUA)
    2015 – Raiza Goulão (BRA) / Viviane Favery (BRA)
    2016 – Isabela Lacerda (BRA) / Letícia Cândido (BRA)
    2017 – Raiza Goulão (BRA) / Margot Moschetti (FRA)
    2018 – Sandra Santaynes (ESP) / Anna Ramirez (ESP)
    2019 – Viviane Favery (BRA) /Tania Clair Pickler (BRA)

    Classificações completas aqui.

    Subscreve a nossa newsletter semanal para receberes todas as notícias e conteúdo original do MARRETAMAN.pt. Segue-nos nas várias redes sociais FacebookInstagramYoutube e Twitter.

    Por: Luís Beltrão

    Partilhar
    error

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

    Para colocar um comentário, deve ler e concordar com as normas RGPD abaixo:
    Este formulário regista o seu nome, email e comentário para que possamos gerir os comentários colocados no nosso site. Para mais informação sobre como, porquê e onde armazenamos os seus dados por favor consulte a nossa Política de Privacidade.

    Utilizamos cookies para garantir a funcionalidade e melhor experiência de navegação no nosso site. Saber mais