A cassete de estrada da 3T para transmissão de um prato

Por | 08-11-2017 | Equipamento, Estrada

Como vão ciclistas profissionais andar só com um prato?

Um dos nossos artigos com mais visualizações foi este, de quando divulgámos que a equipa pro-continental “Aqua-Blue” iria correr na época de de 2018 com transmissão 1X.

Entretanto já foi revelada a 3T Strada com as cores da equipa,ficou potente 😉

O “segredo” poderá estar também nas novas cassetes da marca, e na sua conjugação com diferentes tamanhos de pratos, de acordo com as etapas.

Um dos argumentos da 3T, é que quando se passou de 10 para 11 velocidades, o aproveitamento de toda a cassete não é assim tão efectivo, e as 11 velocidades permitem ter só um prato nas bicicletas de estrada.

Abordamos agora as cassetes de estrada da marca 3T (a Overdrive e a Bailout), que foram reveladas este ano na Eurobike.

Ambas oferecem andamentos que vão desde um pequeno 9 dentes até um 32 dentes, mas o espaçamento é diferente para atender ás necessidades de diferentes ciclistas e bicicletas.

A Overdrive tem engrenagens de 9-11-12-13-15-17-19-22-25-28-32, o que significa que tal como nas 11 velocidades das bicicletas de montanha, a diferença de engrenagem entre o andamento mais fácil da cassete (32 dentes) e o segundo (28 dentes) é grande, mas de seguida tem uma série de engrenagens médias e bem espaçadas.

A Bailout tem uma abordagem oposta, com 9-10-11-12-13-15-17-19-22-26-32, oferece um rácio mais suave nas passagens entre os andamentos mais difíceis (9-10-11-12-13), fazendo uma diferença maior e menos equilibrada que a Overdrive nos andamentos mais fáceis (22-26-32).

A cassete a utilizar, será aquela que melhor se adaptar ao tipo de percurso ou preparação de cada um (não falando de profissionais).

Se repararem, na vossa cassete normal de 11 velocidades, terão carretos mais utilizados e gastos, esses são onde fazem a maioria dos quilómetros e a partir daí poderão chegar a alguma conclusão acerca de qual a cassete 3T que não vos prejudique a cadência quando mudam de carreto.

No caso dos profissionais, usam a cassete e o prato que quiserem, de acordo com o perfil de cada etapa e provavelmente (isto já é especulação), até lhes fazem cassetes com engrenagens diferentes, caso queiram.

A 3T recomenda o uso de pratos 36, 40 ou 44 dentes, e mostra algumas comparações para demonstrar o resultado obtido.

Por exemplo, com um prato de 36 dentes e uma destas cassetes, o rácio será muito semelhante a uma transmissão com pratos 48/32 e uma uma cassete  12-30.

Um prato de 40 dentes proporcionará um rácio semelhante a uma conjugação de pratos 50/36 e uma cassete 11-29, enquanto que um 44 dentes será o equivalente a uma configuração de 54/39 com cassete 11-28.

Se resultará? Só experimentando.

Uma coisa é certa, nada é construído sem ser testado e a 3T Strada foi testada em todos os terrenos e várias subidas míticas como podem ver aqui.

Outro pormenor que pode ser colocado em causa, será o desgaste a longo prazo de uma transmissão “apertada”, com carretos de 9 dentes.

Por causa desse pequeno carreto de nove dentes, as cassetes Overdrive e Bailout não funcionam com um cepo padrão normal XD (imagem 1), a 3T usa uma versão de estrada que é o XD-R da SRAM (imagem 2).

 

Mr. B.

3 comments on “A cassete de estrada da 3T para transmissão de um prato”

  1. Benjamim diz:

    Então e quando as cassetes de 12 v chegarem à estrada? (Não percebo pq ainda não chegaram.) A amplitude de tamanhos entre o carreto maior e o mais pequeno já torna a solução mais apetecível – pelos menos para os amadores 😉

    1. Mr. B diz:

      Será tudo uma questão de mercado Benjamim.
      Por enquanto, ainda nem sabem irá correr com o 1X11 e como eventualmente o mercado o aceitará.
      Não se sabe, poderá vir a acontecer um dia, as 12 na estrada. 😉

      Desculpe pela resposta tardia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Para colocar um comentário, deve ler e concordar com as normas RGPD abaixo:
Este formulário regista o seu nome, email e comentário para que possamos gerir os comentários colocados no nosso site. Para mais informação sobre como, porquê e onde armazenamos os seus dados por favor consulte a nossa Política de Privacidade.

Utilizamos cookies para garantir a funcionalidade e melhor experiência de navegação no nosso site. Saber mais