10 técnicas para comprar bicicletas e acessórios sem elas saberem :D

Por | 04-01-2018 | Café e bolos, Humor

Caros ciclistas, isto é serviço público 🙂

Este artigo destina-se aos amantes de bicicletas que não são compreendidos pelas suas mulheres.

O nosso personagem Zé dos Pipos já sofreu com esta questão no passado, como podes ver aqui.

O ciclismo não é dos desportos mais baratos, todos gostamos da bicicleta de uma gama acima, de melhores rodas, travões, selins, GPS’s e por aí fora.

Uma larga percentagem de ciclistas padece de um problema, que é conseguir explicar ás pessoas com quem partilha as contas do dia-a-dia, porquê por exemplo, umas rodas de 500 ou 1000€ são mais importantes que umas férias do mesmo valor!

É difícil entender!? Claro que é!

Para quem não passa horas e horas em cima da bicicleta a rolar, a subir, a descer, a curvar, ou a sprintar com o amigo que vai passar o resto da semana a dizer que não andamos nada!

E aquela bicicleta novo modelo que acabou de sair!? Linda linda linda!

Mas ainda há 2 anos trocaram de bicicleta, e foi uma “luta” para convencer a cara de metade de que aquela era mesmo a melhor e seria a última.

Calma, há soluções!

Através deste super guia, conseguirás comprar aquilo que quiseres sem ninguém dar conta. 😛

Mas cuidado com as aquisições, por vezes nem tu próprio te poderás aperceber de que trocaste algum acessório, ou de bicicleta! Alguns “negócios da china” são tramados. 😀

Técnicas:

1 – Ter dinheiro …não estavas à espera desta heeiiim!!!??? 😀

2 – Ter pelo menos uma conta separada (só tua) é meio caminho andado.

Caso contrário, se aparecem menos 100, 200 ou 600€ na conta de ambos tens de inventar uma multa de excesso de velocidade na Estrada “Lisbon Bike Shop”, na Rua “Bike Planet”, na Avenida Gaia Bike, ou na Travessa “SportZone”.

3 – Técnica multiusos! Para qualquer compra podes sempre adulterar o preço que comunicas, tiras sempre um zero, ou 50% ao valor real da compra e fica tudo bem.

4 – Se queres comprar uma bicicleta nova “ás escondidas”, importantíssimo ser da mesma côr da anterior, e em casos de mulheres mais atentas, convém ser da mesma marca também.

Daí para a frente até podes passar de uma Giant de 1000€ para uma de 5000€ que não vai reparar, são todas iguais.

Em último caso, quando surge a pergunta:

Esta é outra bicicleta?

Respondes com uma cara triste: Outra? Quem me dera! Mas não pode ser!

5 – Queres comprar umas rodas novas? Compra á vontade nunca se nota, para elas são todas iguais. Claro que se tiveres umas rodas de perfil baixo e comprares umas de perfil alto estás a arriscar, mas podes sempre responder que estavas a precisar de dinheiro para uns sapatos novos, vendeste as tuas rodas na Internet, compras-te essas mais baratas e com a diferença compras-te uns sapatos novos (sapatos ou algo que estejas a precisar, assim justificas logo mais uma aquisição).

5.1 – Usas a técnica 3.

6 – Para jerseys, sapatos, calções, luvas, capacetes e óculos usas sempre a técnica 3 ou compras de igual côr.

7 – GPS, ciclocomputador ou conta-quilómetros, arranjas uma capa e quando trocas, arranjas uma capa da mesma côr da anterior, fica igual.

8 – Patrocínios! És um atleta TOP regional, nacional, ou TOP da tua rua e tens patrocínio de uma loja, não pagaste pela nova bicicleta, equipamento ou acessório.

Atenção: não justificar patrocínio de uma bicicleta nova, sendo o atleta TOP da tua rua.

9 – OLX é justificação para tudo:

9.1 – trocaste pelo que tinhas no OLX.

9.2 – vendeste uma coisa no OLX e compraste outra coisa no OLX, pelo mesmo preço claro.

9.3 – vendeste uma coisa no OLX e compraste outra coisa no OLX, por um preço mais barato claro.

10 – Mostramos esta famosa cena do filme “BOPE, Tropa de elite” para exemplificar esta técnica …  “Quer rir? Se quer rir, tem que fazer rir!”…

…moral da história, antes do teu aniversário, saem para jantar e pagas tu, ou ofereces algo maravilhoso no aniversário dela, ou seja fazes rir…

Se não houver dinheiro para jantar fora com classe, 3 amigos ciclistas fazem magia…

…depois, quando chega no teu aniversário pedes só uma Pinarello Dogma F10, equipada Dura-Ace Di2 de €12.000 ou uma Scott Spark RC SL equipada com Eagle XX1 de €10.400.

NOTAS:

1 – Escrevemos no sentido do homem tentar ludibriar a mulher, porque não temos conhecimento de que mulheres tenham problemas deste tipo para estas aquisições.

2 – As mulheres conseguem sempre tudo o que querem sem qualquer tipo de guia prático.

3 – Nunca, mas NUNCA, conversem sobre bicicletas e aquisições entre amigos quando as mulheres estão presentes! Estudo ciêntificos comprovam que acabam sempre por acontecer situções deste género:

– Amigo: Épá, na volta do passado domingo estavas forte, aquilo agora com as rodas novas faz diferença não?

– Tu: Sim, são muito mais leves, custaram-me 1000€ mas vale a pena, são boas!

– Mulher: 1000€? …. mas disseste-me que tinham sido 500€! :/

Boas compras 😉

Por: Luís Beltrão

2 comments on “10 técnicas para comprar bicicletas e acessórios sem elas saberem :D”

  1. Gero diz:

    Muito bom! Tal & qual… agora é o que tenho vindo a fazer 😉mas quando ccomecei e ainda não tinha nada, apenas uma roda 26 antiga, foi tratamento de choque : comprei a bike meti-a na garagem,e só passados 2 meses é que ela deu pelo inquilino novo. Tive que me aguentar à bronca (quase divórcio). Abraço

    1. Obrigado por nos acompanhar e pela partilha da sua experiência 😉
      🙂 🙂 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Para colocar um comentário, deve ler e concordar com as normas RGPD abaixo:
Este formulário regista o seu nome, email e comentário para que possamos gerir os comentários colocados no nosso site. Para mais informação sobre como, porquê e onde armazenamos os seus dados por favor consulte a nossa Política de Privacidade.

Utilizamos cookies para garantir a funcionalidade e melhor experiência de navegação no nosso site. Saber mais